Skip to content
Estudo das fontes importante para reinterpretação do passado histórico-cultural PDF Print E-mail

O Arquivo Histórico de Moçambique (AHM) e Fontes Historiae Africanae (FHA), em colaboração com o Centro de Estudos Africanos (CEA) e o Departamento de História da Faculdade de Letras e Ciências Sociais da UEM, realizaram nos dias 16 e 17 de Abril uma Conferência Internacional subordinada ao Tema “Fontes Históricas em Línguas Africanas escritas em caracteres Árabe e Latim”.

A conferência, que contou com a participação de investigadores da África do Sul, Botswana, Eslováquia, Etiópia, Moçambique, Níger, Portugal e Turquia, tinha como objectivo partilhar as experiências de investigadores de diferentes quadrantes do mundo que se interessam por estudar sobre fontes históricas escritas em línguas africanas. Falando na ocasião, o Director Cientifico da UEM, Prof. Doutor Bettencourt Capece, em representação do Magnifico Reitor, disse esperar que a conferência estimule e incentive cada vez mais a comunidade académica nacional, não só na pesquisa destas temáticas em diferentes abordagens, envolvendo cada vez mais estudantes, docentes e investigadores.

Read more...
 
REVISTA ARQUIVO - Chamada de Artigos PDF Print E-mail

A Revista Arquivo, de estudos em ciências sociais com enfoque sobre Moçambique, relança a sua edição no formato electrónico. Até ao dia 30 de Junho de 2012 encontra-se com chamada aberta para artigos, resenhas e documentação.

Read more...
 
Conferência Internacional sobre “Fontes de História de África escritas em Arabe (Ajami) e em Latim” PDF Print E-mail

Durante muito tempo, África foi considerada um continente sem história e sem dinâmicas próprias até à chegada dos europeus. Esta forma de pensar foi encabeçada por grandes pensadores europeus do século XIX, tais como Hegel e Hume. Para o primeiro o “continente Africano historicamente não era parte do Mundo” e atribuía todos os movimentos históricos aos asiáticos e europeus. Hume acrescenta que entre os africanos “não se encontram ou não se encontravam fabricantes engenhosos, letrados ou cientistas”. Estas teorias foram alimentadas durante muito tempo pela ideologia colonial que defendia uma supremacia cultural (civilizacional) dos povos europeus em relação aos africanos.

 

Read more...
 
Docente investigadora Profa Olga Iglesias PDF Print E-mail

Nasceu em Porto- Portugal aos 18 de Agosto de 1952 é casada e mãe de dois filhos.  Iniciou a carreira docente aos 18 anos, quando era estudante do curso de História no Liceu Dona Ana da Costa Portugal – actual Josina Machel. Leccionou aulas de português, numa altura em que o ensino era partícular e gratuito.
Integrou-se na delegação da Frelimo em 1974. Fez parte da Comissão liquidatária do ensino privado da inspecção escolar,antes da criação do Ministério da Educação, e foi chefe da comissão  do ensino infantil, e mais tarde da comissão da reestruração do ensino técnico que deu  a origem a Secretaria do Estado do Ensino Técnico.

Read more...
 
Moçambique acolheu a XXI Conferência Bianual da ESARBICA PDF Print E-mail

A Universidade Eduardo Mondlane (UEM), através do Arquivo Histórico de Moçambique (AHM) e o Ministério da Função Pública (MFP), através do Centro Nacional de Documentação e Informação de Moçambique (CEDIMO), realizou de 06 a 10 de Junho de 2011, a XXI Conferência Bi Anual da ESARBICA (Eastern  and Southern Africa Regional Branch of the International Council on Archives), sob o lema: “Arquivos como Suporte à Reforma do Sector Público”.

Ler mais
 
<< Start < Prev 1 2 Next > End >>

Page 2 of 2

Aceda seu email

webmail.uem.mz
zebra.uem.mz

Revista Arquivo digitalizada